14 de mar de 2016

Tempo de Aquietar

Eu estava no meio da gestação do Giuseppe quando essa vontade começou a ganhar força em mim, o tempo de aquietar.

Comentei com marido que iria parar um pouco de escrever, era uma necessidade vinda de dentro. Logo eu que amo ler e escrever.

O blog na verdade nunca me tomou muito tempo. Enquanto estou trabalhando faço os textos no trânsito (que ainda faz parte da minha vida). Também escrevo relativamente rápido, vem de dentro.

Passou a ser mais uma necessidade interna do que algo a ter que diminuir da minha rotina.

Tenho tanta coisa ainda por escrever. Estou ensaiando um texto sobre feminismo e o evangelho de Cristo há tempos! Tenho rascunhos de artigos de attachement parent que estava traduzindo para compartilhar, tenho ainda rascunhos sobre alimentação funcional, cama compartilhada, Gianlucca e suas peripécias e tanta coisa mais.

A verdade é que minha vida está passando por uma transformação profunda, iniciada na gestação do Giuseppe. Quando saí da maternidade com a sensação de que só estávamos começando, era a mais pura verdade.

Como aquietar em meio a um processo de mudança tão profundo? Parece loucura né?! Mas como diz a bíblia, Deus chamou as coisas loucas desse mundo para confundir as sábias (1 coríntios 1:27).

Seguindo a ordenança do Salmo 46:1 de aqueitar e saber que Ele é Deus venho aqui escrever que vou dar um tempo.

Não sei por quanto tempo, se dias, semanas ou meses. Mas faço isso por mim, com o coração um pouco sentido é verdade, pois aqui fiz grandes amigas e quero manter contato com todo mundo. Mas é preciso.

Seguirei acompanhando todo mundo, afinal leitora eu sempre fui.

Fiquem com Deus e beijo nas crias.